04

AGO

Libertas realiza prestação de contas para entidades representantes de participantes

04 AGO 2017

A Fundação Libertas realizou, em sua sede nessa quinta-feira, a prestação de contas relativas ao Relatório Anual de Informações (RAI) de 2016 para representantes de participantes. A apresentação foi realizada pelo diretor-presidente Edevaldo Fernandes da Silva. Durante o evento, que se tornou uma das mais importantes formas de comunicação da Fundação, os participantes conheceram o funcionamento da organização, tiraram dúvidas e trocaram experiências e informações sobre os planos administrados.

Waltencyr de Souza, coordenador do Departamento de Aposentados da Copasa, comemora o acesso às informações e a postura transparente da Libertas: “Nós, que viemos desde a Fundasemg, ficamos felizes por termos mais abertura e liberdade no relacionamento com a Fundação. O detalhamento do Relatório Anual é fundamental, pois é quando temos a visibilidade de todas as nossas aplicações e sabemos como nossos recursos estão sendo conduzidos.”

A educação previdenciária mostrou ser tema central entre os representantes das entidades. “Percebemos que o tema previdência não é de fácil entendimento para o público em geral e, por isso, buscamos a educação previdenciária: é muito importante o participante entender onde o dinheiro está sendo investido, como está sendo investido e seus resultados”, explica Fátima Infante, membro do Sindados, entidade de representante dos empregados da Prodemge.

Outros pontos positivos foram o material disponibilizado durante o encontro e a dinâmica da apresentação. Para Plínio Saldanha, da Associação dos Empregados Públicos da MGS, o material resumido ficou excelente, facilitou o entendimento e reduzirá as dúvidas. Sobre o formato do evento, Plínio comenta que vê com bons olhos trazer todas as entidades representativas de participantes, independentemente do plano de vinculação para uma apresentação de prestação de contas. “Comparar o desempenho do seu plano de previdência com os outros ajuda a ampliar a nossa visão”, complementa.

Para Edevaldo Fernandes da Silva, diretor-presidente da Libertas, o encontro permitiu trocar conhecimentos e intercalar experiências sobre como cada entidade vê seu plano de previdência. Segundo ele, são poucas as vezes que conseguimos reunir tantas entidades com um mesmo objetivo: fortalecer, qualificar e demandar a Libertas para que ela venha a ser ainda melhor.

Estiveram presentes 22 representantes de entidades, que levantaram questões importantes sobre a previdência complementar que serão analisadas pela Libertas.

Veja a lista das entidades presentes: Sindados-MG – Prodemge; Anapar-MG; Após-Prodemge; Acoprevi – COPASA; SINDÁGUA-MG – COPASA; DEAPES – SINDÁGUA; ASSEPEMGS; ATC; AECO; Securitários.